Expert

Andréia Cotrim Ferreira

CRO-SP: 39000

Mestre em Ortodontia pela Faculdade de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo. Coordenadora dos Cursos Clínico e Laboratorial em Ortodontia Lingual do Instituto Vellini. Co-autora do livro Ortodontia: Diagnóstico e Planejamento Clínico; Autora do livro Ortodontia Clinica – Tratamento com Aparelhos Fixos.

Antes de iniciar o tratamento ortodôntico, é comum ter uma série de dúvidas em relação ao procedimento. Afinal, o acessório implica em algumas mudanças na sua rotina e, principalmente, nos cuidados com a sua saúde bucal. Tudo isso para garantir que essa intervenção seja rápida e com resultados positivos. Para saber como funciona o tratamento ortodôntico, o Sorrisologia conversou com a ortodontista Andreia Cotrim, que esclareceu as principais dúvidas na hora de fazer o tratamento através de um simples passo a passo. Confira!

Passo a passo de como funciona o tratamento ortodôntico

Passo 1: Vá ao dentista e converse sobre a possibilidade do aparelho ortodôntico

Antes de iniciar o tratamento ortodôntico é preciso fazer uma avaliação com o ortodontista e, assim, determinar quais são os exames necessários para iniciar o tratamento. Segundo a especialista Andreia Cotrim, é importante saber quando você pode ou não utilizar o aparelho ortodôntico. “O item só pode ser indicado para corrigir e prevenir tipos de disfunções ósseas, desajustes nas posições dos dentes e problemas que envolvam a oclusão”.

Passo 2: Faça os exames iniciais e o planejamento ortodôntico 

Em seguida, a profissional revela que é necessário solicitar uma documentação ortodôntica completa do paciente. “Algumas radiografias, traçados cefalométricos, moldagem da arcada dentária e o escaneamento digital são fundamentais para saber se os seus dentes precisam e estão prontos para receber o aparelho ortodôntico”.

Passo 3: Instalação do aparelho ortodôntico

Depois de realizar todos os exames necessários, você iniciará, de fato, o tratamento ortodôntico. “No caso do aparelho fixo, a primeira etapa é a montagem da estrutura do aparelho, ou seja, a colagem dos acessórios nos dentes e a colocação de fios ortodônticos leves para dar início a fase de alinhamento dos dentes”, explica Andreia.

Passo 4: Etapa intermediária do tratamento ortodôntico 

Em seguida, arcos mais calibrosos serão colocados para dar início a fase de correção da má oclusão. Nesse caso, a especialista revela que é possível a recomendação do uso de elásticos ou algum aparelho acessório.

Passo 5: Finalização do aparelho ortodôntico

Por último, mas não menos importante, é a hora de fechar qualquer espaço remanescente entre os dentes. “Nesse caso, é comum o uso de contenções ortodônticas para garantir a estabilidade dos dentes após a remoção do aparelho fixo”, ressalta Andreia. Além deste, os aparelhos removíveis, que necessitam de uma moldagem ou escaneamento dos dentes, também podem ser usados nessa etapa. Mas, é importante lembrar que, você deve utilizar os acessórios conforme as orientações do seu dentista e, principalmente, retornar nas consultas no período estabelecido. 

 
Este artigo tem a contribuição do especialista:
Andréia Cotrim Ferreira - Ortodontista
São Paulo - SP
CRO-SP: 39000